História do Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Paraná é transformada em livro :: Guia do Gráfico ::
X
Formulário de Contato





Mensagem Enviada

30 de agosto de 2013

História do Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Paraná é transformada em livro

Assessoria de Imprensa

Resgatar a história e, ao mesmo tempo, promover uma comemoração ao setuagésimo aniversário do Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Paraná. Com esse intuito surgiu o livro Sigep 70 anos, que relembra fatos marcantes do sindicato, reconhecido oficialmente em 1943, mas que já mantinha suas atividades desde 1937, por meio de conversas entre empresários visionários e pioneiros que se encontravam para discutir os problemas do setor gráfico. “O livro procurou resgatar toda a história do Sigep, desde o começo da instituição que se deu com a abnegação de pessoas que se dispuseram a lutar em busca de um bem comum, até as consideráveis conquistas dos dias atuais. É um registro para guardar e perpetuar a história”, destaca Jair Leite, atual presidente do sindicato.

Organizado pela jornalista Guadalupe Fernandez Presas, o material, que tem o projeto gráfico de Joaquim Fernandez Presas e Mozart Brito, da Ponto Design, é resultado de um projeto de pesquisa e resgate histórico que mostra que desde a criação do Sigep foi preciso trabalhar firme para que ele se tornasse o que é hoje. Foram encontros, reuniões, congressos e eventos que não podem simplesmente ser esquecidos. “A história do Sigep, assim de como a maioria das entidades de classe, é formada pelas várias histórias das pessoas que se dedicaram a uma causa e que batalharam em prol de um bem coletivo”, destaca Guadalupe.

O livro é composto por seis capítulos que abordam os primeiros registros, a oficialização, a expansão, o crescimento e o fortalecimento e, acima de tudo, os momentos pelos quais passou para se tornar uma entidade ativa e decisiva. Sigep 70 anos traz em mais de 200 páginas, documentos, atas, fotografias, teses, memórias e alguns relatos de alguns presidentes e personagens que participaram e ainda fazem parte do sindicato. “Esse registro é importante para que a instituição se fortaleça, se torne mais atuante, mais organizada e com número maior de associados. Além disso, funciona também como um estímulo às novas gerações para se engajarem em prol das melhorias do segmento”, conclui Sidney Paciornik, presidente da Abigraf – Regional Paraná.







Clique aqui se sua empresa fornece produtos ou presta serviços para gráficas
Clique aqui se sua empresa é uma gráfica.
Anuncie sua EMPRESA | Anuncie MÁQUINAS usadas | Anuncie vagas de EMPREGO